Estado terá que pagar indenização e pensão por assassinato de aluno em Cascavel

O valor definido é alto. R$ 80 mil de danos morais, que na atualização atual passa de R$ 100 mil, além de uma pensão praticamente vitalícia.


A família de um estudante de 19 anos assassinado em 2013 dentro do Colégio Padre Carmello Perrone, em Cascavel, será indenizada pelo Estado, por decisão da Justiça.

O valor definido é alto. R$ 80 mil de danos morais, que na atualização atual passa de R$ 100 mil, além de uma pensão praticamente vitalícia.

O Estado deverá pagar pensão mensal, no valor correspondente a 2/3 do salário mínimo, desde o dia do óbito até quando o estudante completasse 25 anos, prazo que termina em 2020.

Depois disso, a indenização será de 1/3 do salário mínimo até a data que ele completaria 75 anos ou até o falecimento da mãe do jovem. Prazo contado até 2069.

 

 

Fonte CATVE

Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Rádio SAN FM, não reflete a opinião deste Portal.